ALUNA EGRESSA DO NEAD-UEM GANHA PRÊMIO ESTADUAL
01/11/2021 - Novidades


A pedagoga Gisele Schulz Buzutti terminou a graduação em Pedagogia EaD da Universidade Estadual de Maringá em 2012 e desde que ela passou no concurso na escola Joarib, do município de Arapongas, desenvolve projetos de alfabetização para os alunos dos primeiros anos da educação básica.

Para tornar o processo de alfabetização mais didático, Buzutti utilizou de uma particularidade da cidade. Arapongas é conhecida por ter muitos pássaros e as ruas da foram “batizadas” com nomes de aves, a partir daí que surgiu a iniciativa para iniciar o projeto de forma lúdica. “Para cada letra, a gente escolhe um pássaro, estudamos, criamos poemas, fazemos interpretação de texto, quadrinhas. Em 2021, como estávamos de forma remota, a gente produziu histórias, e interdisciplinarmente, fizemos atividades baseadas nas aves”, explica a pedagoga que o objetivo era de criar esse laço com a cultura local além da alfabetização.

Em meio a Pandemia, Gisele ficou sabendo do concurso Televisando, da RPC, em que o objetivo era de incentivar professores do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental a utilizarem a TV como recurso pedagógico. Mesmo com as atividades sendo realizadas a distância, ela decidiu inscrever o Projeto e elaborou um “telejornal” para apresentar os trabalhos, o resultado dessa participação gerou o primeiro lugar no concurso. "Foi muito legal a participação das crianças e inclusive das famílias, que ficaram muito felizes em fazer parte”, conta Buzutti. e

Gisele conta também que sempre foi apaixonada por pedagogia e pelo o ambiente escolar, "principalmente ver a evolução dos pequenininhos que estão aprendendo a ler e ver a evolução deles". Ela escolheu fazer a graduação a distância na UEM por ser apaixonada por esta modalidade e ela disse acreditar que a experiência de ter feito a graduação a distância ajudou muito com a parte técnica, possibilitando mais facilidade com os recursos digitais durante o período de isolamento social. “A Pandemia veio mostrar a importância e o papel da Educação a Distância”, explica a pedagoga.

Com o retorno das atividades presenciais, Bezutti acredita que será ainda mais enriquecedor o aprendizado dos alunos e garantiu a contidade do Projeto. "Agora estamos produzindo livros com as criança. Em setembro eles voltaram para a escola de forma presencial e fizemos revisão das letras já estudadas e com para ilustrar ainda mais utilizamos datas comemorativas apresentando os pássaros em formas de vídeo e eles criaram histórias, desenhos e vamos unir tudo para criar livro. Vai ter até tarde de autógrafos", finalizou a pedagoga.


Voltar