Objetivos

Na biotecnologia moderna o enfoque está na multidisciplinaridade, e a diversidade em tecnologias e ciências biológicas estão em alta, ou seja, ocorre a combinação dos conceitos biológicos da genética, biologia celular, zoologia, botânica, ecologia, evolução, fisiologia, imunologia, histologia, engenharia, tecnologia da informação, robótica, bioética e o biodireito, entre outras. Portanto, além da tecnologia do DNA recombinante, para poder gerar novas tecnologias baseadas em outros ramos da biologia, deve-se estabelecer uma identidade multidisciplinar e diversa, adicional a biologia molecular e a bioquímica. Os principais tópicos de importância da biotecnologia na atualidade são: melhoramento genético; transgenia e organismos geneticamente modificados; reprodução artificial; cultura de células, tecidos e órgãos de seres vivos; controle biológico; terapia gênica; terapia celular; novas terapias moleculares; ciências ômicas e biologia molecular; bioprocessos industriais; cuidados com a biodiversidade e meio ambiente; biomateriais e dispositivos tecnológicos (biorreatores, dispositivos médicos, órteses e próteses), e biomimética.

A biotecnologia constitui-se, na atualidade, em uma área de inquestionável prioridade nacional e internacional, tendo em conta o lugar que hoje ocupam os avanços científicos, na interface das ciências da vida e exatas, para o efetivo desenvolvimento de novas tecnologias e dos processos de transferência do saber produzido para a sociedade. Pela sua natureza intrinsecamente interdisciplinar e pelas suas potencialidades de aplicação, a biotecnologia afigura-se como um espaço notadamente fértil, onde é possível buscar e divulgar os conhecimentos teóricos e aplicados nas indústrias de alimentos, farmacêutica, produção de energia, meio ambiente e agropecuária.

O Departamento de Biotecnologia, Genética e Biologia Celular acumulou uma experiência no campo da Biotecnologia, com as ofertas dos seguintes cursos: a) modalidade presencial: 2004 - Curso de Especialização em Biotecnologia com Ênfase em Meio Ambiente e Saúde; 2005 - Curso de Especialização em Biotecnologia com Ênfase em Agroindústria; 2006 a 2010 - Curso de Especialização em Biotecnologia Aplicada a Agroindústria; 2011 a 2015 - Curso de Especialização em Biotecnologia. b) modalidade a distância - 2010 a 2019 - Curso de Especialização em Biotecnologia. Com o curso a distância foi possível atender profissionais de todo o território nacional.

O curso de pós-graduação em Biotecnologia em nível de Especialização é ofertado aos estudantes diplomados em curso superior. De modo geral, os cursos de pós-graduação Lato sensu, apresentam foco técnico-profissional o que permite aos pós-graduandos aprofundar seus conhecimentos e competências em uma determinada área.

Considerando a desigualdade na formação dos recursos humanos, visto a distribuição das instituições de ensino no país e consequente dificuldade de acesso da população das regiões mais afastadas dos maiores centros urbanos, o presente Curso de Especialização em Biotecnologia na modalidade a distância, torna-se relevante pela oportunidade oferecida aos profissionais que procuram se encaixar ou já se encontram no mercado de trabalho, e para àqueles que buscam aperfeiçoamento/atualização na área. O inestimável e aparentemente incontrolável avanço mundial na área da Biotecnologia moderna, com um maior emprego da Biologia Molecular, torna impossível a transferência da grande maioria das informações nesta área, em cursos de graduação. Faz-se necessário, então, transferir aos profissionais envolvidos com esta área, as mais recentes informações com relativa periodicidade, o que se torna possível por meio de cursos de Pós-Graduação (Lato sensu).

No período em que foi verificado o crescente aumento do mercado na área Biotecnológica, seja na Biotecnologia aplicada à Saúde, Meio Ambiente, Agropecuária, Indústrias de Alimentos ou de Energia, o Especialista em Biotecnologia deve estar preparado para atuar nesse setor da Economia, com o instrumental técnico científico necessário para a abordagem e resolução de problemas básicos relacionados à utilização de seres vivos na produção de produtos tecnológicos de interesse da sociedade, seja na manipulação dos parâmetros do ambiente utilizados no crescimento, desenvolvimento, e emprego desses organismos com fins biotecnológicos, seja na análise citológica, genética e molecular dos mesmos. Bem como, ele deve estar preparado para fazer reconhecimento de danos e análise de riscos e elaborar propostas de prevenção. Sempre pensando na manutenção da qualidade de vida dos seres humanos, demais organismos e do meio ambiente, com preceitos baseados na ética e no biodireito.


Departamento de Biotecnologia, Genética e Biologia Celular
Av. Colombo, 5790 - DBC - Fone: (44) 3011-5970 - contato: Sra. Edenir
Site: www.dbc.uem.br - E-mail: biotecnologia.dbc@uem.br